conecte-se conosco

Notícias

Vila onde o Viagra é fabricado vive efeito da ‘fumaça do amor’

Avatar

Publicado

em

Moradores de localidade na Irlanda garantem que inalar o vapor da indústria provoca excitação

Após o Reino Unido autorizar a venda, as atenções se voltaram para a pequena vila de Ringaskiddy, na Irlanda, onde a Pfizer fabrica as famosas pílulas azuis há 20 anos. Segundo moradores, ninguém lá precisa de receita para sentir os efeitos do medicamento contra disfunção erétil. À imprensa britânica, eles garantem estar sempre sob influência da “fumaça do amor” expelida pela fábrica.

A empresa responsável pelo Viagra nega qualquer impacto da produção em moradores, alegando que todo o processo é fiscalizado, assim como a sua segurança. Mas isso não impede a propagação de brincadeiras a respeito de ereções causadas por simplesmente inspirar o ar cheio de “poderes afrodisíacos” em Ringaskiddy.

“Basta um cheiro e você fica rígido”, disse a bartender Debbie O’Grady em entrevista ao “The Times”, imediatamente apoiada por sua mãe, Sadie: “Recebemos as fumaças do amor há anos de graça. É incrível o número de pessoas que vêm a esta aldeia, talvez por curiosidade, e nunca mais vão embora”.
Sadie continua dizendo que “há algo no ar – não que precisemos disso, é claro. Mas, para alguns amigos com problemas nesse departamento, pode ser uma benção”, brinca.

Os moradores falam até mesmo de um crescimento no turismo e da população depois da abertura da fábrica. Eles contam histórias sobre homens reunidos ao redor da unidade para inalar os vapores de Viagra.

No entanto, um porta-voz da empresa, cujo nome não foi divulgado pelo “The Times”, afirma que não há mérito para as histórias contadas pelos moradores. “Nossos processos de fabricação sempre foram altamente sofisticados, bem como altamente regulamentados”, disse o porta-voz sem nome ao jornal.
Venda livre. As autoridades do Reino Unido esperam que a medida reduza a compra de Viagra em sites ilegais, que vendem remédios falsos, já que muitos homens têm vergonha de admitir que sofrem de problemas de ereções e evitam consultas médicas. “Facilitar o acesso ao medicamento estimulará os homens a procurarem ajuda dentro do sistema de saúde e aumentará a conscientização sobre os problemas de ereção”, disse Mick Foy, da Agência Reguladora de Produtos Médicos e Sanitários do Reino Unido (MHRA).
As pílulas de 50 mg serão vendidas em todas as farmácias com o nome de “Viagra Connect”, mas a compra ficará proibida a pessoas que apresentam problemas cardíacos ou de insuficiência hepática e renal, as contraindicações do medicamento..

MINIENTREVISTA

Eduardo Bertero
Coordenador do Departamento de Andrologia e Sexualidade da Sociedade Brasileira de Urologia

É possível que o Viagra tenha efeito se for inalado?

Não, definitivamente. Não há nenhuma evidência científica que sustente essa teoria. Seria necessária uma grande concentração de citrato de sildenafila (princípio ativo do Viagra) na fumaça para se alcançar a corrente sanguínea e causar o efeito esperado. A única forma indicada é por via oral. Outras já foram testadas, como a intrapeniana (por injeção) e sublingual, mas nenhuma delas foi positiva e eficaz.

E quanto ao relato dos moradores?

Acredito que não passe de uma brincadeira. Para tirar a dúvida, pode-se fazer um exame de sangue para dosar a quantidade de sildenafila da pessoa que inalou. Além disso, se fosse verdade, teríamos relatos não só de eficácia, mas de eventos adversos como dor de cabeça, nariz congestionado, olhos vermelhos e lacrimejantes.

 

Com informações do Portal O Tempo

Notícias

L’Oréal vai retirar termos como ‘branqueador’ de seus produtos

Avatar

Publicado

em

Grupo L'Oréal decidiu remover os termos branco/branqueador (white/whitening), claro/clareamento (fair/fairness, light/lightening) de todos os seus produtos destinados a homogeneizar a pele.

Grupo L’Oréal decidiu remover os termos branco/branqueador (white/whitening), claro/clareamento (fair/fairness, light/lightening) de todos os seus produtos destinados a homogeneizar a pele.

A gigante francesa do setor de cosméticos L’Oréal decidiu remover alguns termos, como “branqueador”, da descrição de seus produtos, em um contexto mundial de protestos antirracismo.

“O grupo L’Oréal decidiu remover os termos branco/branqueador (white/whitening), claro/clareamento (fair/fairness, light/lightening) de todos os seus produtos destinados a homogeneizar a pele”, afirmou a empresa em comunicado publicado em inglês, neste sábado (27), sem dar mais detalhes.

A decisão foi tomada depois que a filial indiana da Unilever anunciou na última quinta-feira (25) que mudaria o nome de seu creme para clarear a pele, “Fair&Lovely” (algo como “Clara&Bonita”), diante de uma campanha considerada racista.

A multinacional anglo-holandesa do setor de alimentação e cosméticos prometeu não usar mais o termo “claro” (“fair”), afirmando estar “comprometida com celebrar todos os tons de pele”.

A amplitude dos protestos contra o racismo no mundo todo, deflagrados após a morte de George Floyd, um afro-americano sufocado por um policial branco em Minneapolis, está aumentando a pressão sobre as empresas.

Nesse sentido, várias companhias nos Estados Unidos anunciaram seus planos de modificar sua identidade visual.

Fonte: g1.globo.com

Continue lendo

Notícias

Dois adolescentes morrem e dois ficam feridos em acidente na BR-116

Avatar

Publicado

em

MANHUAÇU (MG) – Dois adolescentes de Vilanova, distrito de Manhuaçu, morreram num grave acidente no km 585 da BR-116, próximo a São Pedro do Avaí, na noite deste sábado, 20/06. Luiz Filipy Oliveira Ferreira, e Frankley Lucas de Almeida Mendes, ambos de 17 Anos, morreram e outros dois garotos foram socorridos com ferimentos.

Segundo as informações, quatro jovens estavam num veículo Hyundai Veloster, placa JKJ 1669, dirigido por Andrew Walles Barbosa, 17 anos. O jovem perdeu o controle da direção e capotou na margem da rodovia.

Equipe do Corpo de Bombeiros foi ao local. Andrew Walles sofreu fraturas nas pernas e escoriações, enquanto o passageiro Iuri Martuchello de Oliveira, 16 anos estava com dores na região lombar, luxação do ombro direito e escoriações. Ambos estavam do lado de fora do veículo.

Os dois jovens que morreram foram projetados para fora do veículo. O corpo de Luiz Filipy Oliveira Ferreira foi encontrado pouco depois. Já o corpo de Frankley Lucas de Almeida Mendes demandou quase duas horas de buscas na vegetação até ser localizado.

A Polícia Rodoviária Federal esteve no local e adotou as providências sobre o acidente. A perícia da Polícia Civil também realizou os levantamentos devidos. Os jovens são do distrito de Vilanova.

Fonte: Carlos Henrique Cruz – Redação do Portal Caparaó

Continue lendo
Publicidade

Facebook

Siga-nos

Publicidade

Mais lidas

Enable Notifications.    Ok No thanks