Connect with us

Saúde

Sem citar prazo, governo diz que vai analisar autorização da Anvisa para vacinar crianças contra a Covid

Publicado

em

Criança é vacinada contra Covid-19 em Leipzig, Alemanha, em 10 de dezembro de 2021 — Foto: Matthias Rietschel/Reuters

Anvisa liberou o uso da vacina da Pfizer para crianças entre 5 e 11 anos e segue decisão já adotada, por exemplo, nos EUA e na Europa. Conselho de secretários cobra que o ministério providencie as doses necessárias.

O Ministério da Saúde declarou nesta quinta-feira (16) que irá analisar a decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que autorizou a aplicação da vacina da Pfizer em crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19.

Não há previsão de quando a imunização vai começar porque a vacina para este público tem diferenças em relação ao produto que foi aplicado nos adultos. Estados e municípios não podem apenas utilizar doses já recebidos para outras faixas etárias: é preciso que o governo federal compre doses específicas para as crianças.

“Essa documentação precisa chegar ao ministério, vai ser analisada. São esferas diferentes de análise e decisão. Nós temos o objetivo de, com celeridade, dar o posicionamento do ministério”, disse Queiroga.

Queiroga disse que vai fazer uma “ampla” discussão com a sociedade civil sobre o tema, citando até o Conselho do Ministério Público Federal e o Conselho Nacional de Justiça.

“A aplicação de dose da vacina em criança depende de momento epidemiológico, tem uma série de avaliações”, disse o ministro.

Em seu histórico de ações na pandemia, o ministro Queiroga tem como um dos marcos negativos a decisão de suspender a vacinação de adolescentes. Poucos dias depois, a decisão foi revertida diante da comprovação de que um evento adverso em uma adolescente não tinha relação com a vacinação.

Bolsonaro pede nomes de responsáveis

Nesta noite, o presidente Jair Bolsonaro – que declara não ter se vacinado – levantou dúvidas sobre a decisão da Anvisa em uma transmissão ao vivo nas redes sociais. O presidente cobrou a divulgação do nome dos responsáveis pela autorização e disse que os pais devem avaliar se darão ou não o imunizante.

“Não sei se são os os diretores e o presidente que chegaram a essa conclusão ou é o tal do corpo técnico, mas, seja qual for, você tem o direito de saber o nome das pessoas que aprovaram aqui a vacina a partir dos cinco anos para o seu filho. (…) Agora mexe com as crianças. Então quem é responsável é você pai. Tenho uma filha de 11 anos. Vou estudar com a minha esposa qual decisão tomar”, disse Bolsonaro.

Conselho cobra Ministério da Saúde

Após a decisão da Anvisa, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) manifestou o seu apoio à imunização de crianças e cobrou que o Ministério providencie as doses necessárias.

“Tendo em vista que para dar início à vacinação nesta faixa etária será necessária formulação específica desta vacina com um terço da fórmula “padrão” (10 microgramas por dose), o Conass aguarda posicionamento do Ministério da Saúde quanto à sua aquisição, o que é de sua competência”, afirmou o Conass.

O uso da vacina é necessário para combater o avanço da doença, principalmente frente a nova variante do coronavírus, a ômicron, que segundo evidências é mais transmissível que as demais cepas do vírus.

De acordo com o infectologista Renato Kfouri, representante da Sociedade Brasileira de Imunizações e que participou da avaliação da Pfizer junto à Anvisa, a Covid matou mais crianças do que coqueluche, diarreia, sarampo, gripe e meningite somadas.

“A gente fala que só 0,4% das mortes ocorrem nos menores de 20 anos, mas 0,4% de 600 mil mortes são mais de 2.500 crianças e adolescentes que perderam a vida para a Covid. Em dois anos, esse total de mortes é maior do que todo o calendário infantil. Se somarmos todas as mortes por coqueluche, diarreia, sarampo, gripe, meningite, elas não somam 1.500 por ano. A Covid-19 é uma doença prevenível por vacina que mais mata nossas crianças”, diz Kfouri.

A mesma autorização de uso já foi concedida pelo FDA e pela EMA (agências regulatórias de saúde dos Estados Unidos e União Europeia), além de países como Costa Rica, Colômbia, República Dominicana, Equador, El Salvador, Honduras, Panamá, Peru e Uruguai.

Fonte: g1.globo.com

Publicidade
Clique para comentar

DEIXE UMA RESPOSTA

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Perca gordura e tenha a barriga lisa com este Café da manhã com Aveia! Como fazer passo a passo.

Publicado

em

Tenha a barriga lisa com este café da manhã com aveia, a combinação desses alimentos incorpora um suplemento alimentar completo que ajuda a perder peso.
Além disso, a combinação desses ingredientes é uma explosão de nutrientes e benefícios que este café da manhã com aveia ajuda a perder peso, pois proporciona uma sensação de saciedade por muitas horas.

● INSCREVA-SE NO CANAL AQUI ➜ http://bit.ly/2zU5ItK
● ACESSE NOSSO SITE ➜ https://www.saudedica.com.br/

Saiba Mais informações em ➜ https://www.saudedica.com.br/suco-de-…

A aveia, é uma grande fonte de proteínas, minerais e fibras.
Contém betaglucano, uma fibra solúvel que reduz o colesterol “ruim” e beneficia a saúde cardiovascular.

#emagrecer #Receitapraperderpeso #perderpesorápido #perderpeso #aveiaparaemagrecer

Este site não fornece nenhuma recomendação médica dada por especialistas, diagnósticos ou tratamento profissional.

“As informações e sugestões contidas neste CANAL têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.”

Continue lendo

Saúde

Aumente a sua imunidade com 4 saborosos alimentos

Publicado

em

Aumente a sua imunidade com 4 saborosos alimentos

Não perca estes elementos nas suas refeições diárias para fortalecer o seu corpo e combater as doenças invernais

A manutenção de uma dieta saudável, natural e equilibrada é um hábito que se mantém durante todo o ano. Mas no Inverno, é ainda mais essencial manter o sistema imunitário reforçado e capaz de combater as doenças mais comuns durante esta época do ano.

Aqui estão os alimentos que não podem faltar no seu menu diário para fortalecer a sua imunidade.

  1. Frutas cítricas Laranja, limão, tangerina, kiwi, morango, ananás, acerola, uva, cada uma destas frutas tem um nível de acidez que é moldado pela presença de vitamina C. Como é sabido, esta vitamina é muito fundamental no fortalecimento do sistema imunitário, que é normalmente enfraquecido no Inverno devido a mudanças de hábitos. Idealmente, alguns destes frutos deveriam ser consumidos diariamente, inteiros, como numa salada de fruta, para que uma maior quantidade e variedade de nutrientes possa ser absorvida. Mas, também é válido fazer receitas diferentes, como o batido a tomar de manhã: Smoothie de Ananás com Laranja Esta sugestão da Manga com Pimenta é fria, mas ainda vai com o Inverno, porque é muito cremosa e enérgica para começar o dia.
  2. Ingredientes Bananas pequenas, picadas e congeladas:
  3. – 2 unidades; Leite congelado: 250 ml; Sumo de laranja: 1 unidade; Abacaxi (congelado ou não): 2 fatias; Iogurte natural: 150 gramas; Açúcar, mel ou edulcorante: 1 colher de chá; Gelo: 4 seixos. Instruções Num liquidificador, bater todos os elementos até que a mistura se torne cremosa. Servir de imediato.
  4. Farinha de aveia A farinha de aveia melhora o humor, a digestão, a função intestinal, aumenta a energia e fortalece o sistema imunitário. Se puder consumir uma porção ao pequeno-almoço, ainda melhor. É uma boa escolha juntamente com o smoothie da receita anterior. A aveia pode ser adicionada a muitos pratos diferentes, como este simples, que é maravilhoso para o pequeno-almoço: Panqueca de papa de aveia Panquecas quentes e fáceis de fazer, como estas do Made by Choices, são ótimas para o pequeno-almoço ou para um lanche da tarde.
  5. Ingredientes Flocos de aveia:
  6. -1 chávena; Sementes de linho:
  7. -1 colher de sopa Leite:
  8. -1 chávena.
  9. Como preparar Colocar a aveia e o linhaça num misturador e misturar tudo até formar uma farinha. Adicione o leite e bata tudo até formar uma pasta líquida. Aqueça uma frigideira antiaderente e, se desejar, unte-a com um pouco de óleo de coco. Com uma concha, deitar uma porção da massa na frigideira e cozinhar durante cerca de 3 minutos até ficar levemente dourada. Vire a panqueca e cozinhe durante mais 2 minutos do outro lado. Repetir até que a massa esteja pronta e servir.
  10. Castanha do Brasil As castanhas do Brasil são ricas em selênio, um poderoso antioxidante para o corpo. Contêm também vitamina E, magnésio e cálcio que ajudam a fornecer energia, melhorar o funcionamento do coração e fortalecer o sistema imunitário. Pode simplesmente consumir uma porção entre as refeições, bem como fazer várias receitas, como esta opção básica e deliciosa: Biscoitos de castanha-do-pará e quinoa Esta receita do Diário Lactose-Free é sem glúten, sem lactose, e perfeita para um café a meio da tarde.
  11. Ingredientes Flocos de quinoa:
  12. -1 chávena; Farinha de castanha: ¾ chávena Açúcar Demerara: ½ chávena Farinha de arroz:
  13. -1 colher de sopa Cacau em pó:
  14. -1 colher de sopa Ovos:
  15. -2 unidades Óleo:
  16. -3 colheres de sopa Mel:
  17. -1 colher de sopa Instruções Misturar todos os componentes secos numa tigela. Bater os ovos com um garfo com o óleo e o mel. Verter para a tigela e misturar até formar uma massa. Moldar os biscoitos com a ajuda de uma colher e colocá-los sobre uma assadeira untada (não achatar muito as bolas ou elas ficarão secas). Cozer em forno pré-aquecido (180 graus C) durante cerca de 15 minutos.
  18. Mel com Própolis Compre um pequeno frasco de mel com própolis e terá em sua casa um remédio natural para ajudar a combater as doenças respiratórias de Inverno. Além disso, este componente tem acção antimicrobiana, actua nas vias respiratórias, é antibacteriano, antiviral, e anti-inflamatório. Pode ingerir uma colher pura por dia ou adicioná-la ao açúcar em diferentes receitas: Bolo de mel e canela Esta sugestão, do Cookpad, é para um bolo primordial e fofo que vale a pena experimentar.
  19. – Ingredientes Ovos:
  20. – 3 unidades; Farinha de arroz:
  21. -2 chávenas e meia Açúcar castanho: ½ chávena; Mel com própolis: 1 chávena Leite: ½ chávena Canela em pó:
  22. -1 colher de chá Pó de cozedura:
  23. -1 colher de sopa. Instruções Primeiro misturar os ovos com os componentes úmidos, o mel e o leite. Misturar bem. Adicionar o açúcar, a farinha e a canela, deixando a levedura para o fim. Cozer a massa num forno pré-aquecido a 180 graus numa panela untada e enfarinhada durante cerca de 30 minutos.
Continue lendo

Saúde

6 mitos e verdades sobre a asma que você precisa saber!

Publicado

em

Pneumologista esclarece as principais questões sobre a doença

A asma surgiu no último ano como uma comorbidade Covid-19 (doença de risco). Desde então, muito se tem ouvido falar da doença, bem como dos seus sintomas, riscos, e tratamentos.

 Para dar mais visibilidade ao assunto, celebra-se a 21 de Junho o Dia Nacional de Controlo da Asma. A intenção é suscitar debates sobre a patologia, com o objetivo de ajudar aqueles que dela sofrem e de alertar para os seus perigos.

 De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 262 milhões de pessoas no mundo vivem com asma, e 3% a 10% destes doentes têm a doença na sua forma mais grave. Os dados mostram também que houve mais de 46 mil mortes devido a este problema respiratório a nível mundial. A nível nacional, o Brasil tem 20 milhões de pessoas com asma.

 “Neste mês de Junho, no início do Inverno, enquanto ainda enfrentamos muitos casos de Covid-19, precisamos mais do que nunca de refletir sobre a importância de respirar bem”, diz o Dr. Rafael Faraco, pneumologista, que aponta mitos e verdades sobre a doença.

 Mitos e verdades sobre a asma que precisam de ser conhecidos!

 1 – A obesidade pode causar o aparecimento da asma: VERDADE!

 “Os estudos sugerem que a ação inflamatória do tecido adiposo, pertencente ao excesso de peso, pode levar ao desenvolvimento de inflamação nas vias respiratórias e, como consequência deste processo, a asma”, explica o especialista.

 2 – A asma é uma doença contagiosa: MITO!

 Rafael assegura que uma pessoa não pegará a doença quando viver com um asmático, uma vez que a sua causa é o resultado de diferentes fatores, desde os alérgicos até genéticos.

 3 – O Inverno pode agravar os ataques de asma e outras doenças respiratórias: VERDADE!

 O médico explica que este agravamento é causado pelo hábito de permanecer mais tempo em lugares fechados, com pouco sol e mais umidade. Assim, a proliferação do bolor e do míldio aumenta, alimentando os ácaros.

 4 – A asma pode desaparecer por si só ou ser curada: MITO!

 “A gravidade da doença varia de pessoa para pessoa. Os ataques da asma podem desaparecer com o tempo, principalmente se houver um tratamento adequado. No entanto, a doença não desaparece completamente, porque é uma doença crónica que pode ser tratada, mas não há cura”, diz Rafael.

 5 – Os asmáticos não podem ter animais de estimação: MITO!

 A resposta do pneumologista fará felizes aqueles que gostam de ter um animal de estimação: as pessoas com asma podem, sim, ter animais de estimação! No entanto, ele alerta para algumas necessidades, tais como a limpeza e para garantir que o animal não desencadeará crises alérgicas no doente.

 6 – Os doentes com asma grave são prioritários para a vacinação contra a Covid-19: VERDADE!

 “Esta ideia serve também como um aviso àqueles que subestimam ou desconhecem esta doença que, se não for tratada adequadamente, não só compromete a saúde e a qualidade de vida do doente, como também pode levar à morte”, explica o profissional.

 Ele também nos lembra a importância da imunização anual contra a gripe em pacientes com asma moderada a grave de qualquer faixa etária, é uma medida fundamental para a redução das crises da doença, especialmente num cenário de saturação 2 dos serviços de saúde devido ao aumento do número de casos de Covid-19.

Fonte: Rafael Faraco, pneumologista e membro da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT).

Continue lendo
Publicidade

Mais lidas

%d blogueiros gostam disto:
Ativar notificações    OK Não, obrigado