conecte-se conosco

Esportes

Palmeiras passa fácil pelo São Paulo e reduz vantagem do Flamengo

Avatar

Publicado

em

Verdão aproveita erros defensivos do Tricolor e ainda tenta sonhar com o título; Cariocas enfrentam o Goiás na quinta-feira

Anotou a placa?

Ainda são sete pontos de diferença, mas o Palmeiras ganhou força para continuar sonhando com o título brasileiro de 2019. Com uma ótima atuação, o Verdão aproveitou o péssimo desempenho da defesa menos vazada do Brasileirão para vencer o São Paulo por 3 a 0, nesta quarta-feira, na arena, e reduziu a vantagem do líder Flamengo, que enfrentará o Goiás, quinta, em Goiânia. Bruno Henrique, Felipe Melo e Gustavo Scarpa marcaram. O Tricolor continua no G-4, mas pode ver alguns adversários se aproximarem perigosamente

Tabu continua

O Palmeiras continua imbatível nos clássicos contra o São Paulo desde a inauguração da arena. Agora são oito vitórias e um empate. Mais que isso, o Verdão não perde para o Tricolor há nove partidas. A última vitória são-paulina no Choque-Rei foi em 27 de maio de 2017, por 2 a 0, pelo Campeonato Brasileiro.

Palmeiras ainda sonha

Faltando nove rodadas para o fim do Brasileirão, a equipe dirigida por Mano Menezes agora tem 60 pontos contra 67 do Flamengo. A vantagem para o Santos, terceiro colocado, é de oito pontos. No próximo sábado, o Verdão recebe o Ceará, às 19h, na arena. 

Mano Menezes no clássico contra o São Paulo
Mano Menezes no clássico contra o São Paulo (Foto: Marcos Ribolli)

São Paulo não embala

O Tricolor permanece com 49 pontos, em quarto, mas abre a possibilidade de seus concorrentes por uma vaga na Libertadores de 2020 encostarem. No sábado, a equipe dirigida por Fernando Diniz visita a chapecoense, às 21h, na Arena Condá.

Fernando Diniz no clássico contra o Palmeiras
Fernando Diniz no clássico contra o Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli)
  • Como foi o primeiro tempoO Palmeiras controlou o início do jogo e não precisou de muito tempo para ficar em vantagem no placar. O Verdão forçou o jogo pelo lado direito do ataque e chegou ao gol aos 11 minutos com uma enorme ajuda de Arboleda. O zagueiro vacilou nas disputas com Dudu e Deyverson, que exigiu ótima defesa de Volpi. No rebote, Bruno Henrique apareceu livre na área para marcar de cabeça. Lento e sem força ofensiva, o São Paulo voltou a dar espaços na defesa aos 19. Deyverson apareceu livre na área nas costas de Arboleda, tentou driblar Volpi, mas foi desarmado pelo goleiro. Zé Rafael, aos 23, também perdeu grande oportunidade de cabeça. O São Paulo passou a ficar mais com a bola em seguida, mas criou apenas uma chance. Vitor Bueno chutou de fora da área, aos 28, e assustou Weverton. O Verdão acelerou o jogo nos minutos finais e quase aumentou com Dudu, aos 40, em chute que Volpi voou para defender. Mas o gol saiu em seguida, com Felipe Melo de cabeça, subindo no meio da zaga. E poderia ter sido mais. Aos 44, Dudu apareceu livre e carimbou na trave. No rebote, ele finalizou desequilibrado, e a bola passou muito perto do gol.
Felipe Melo comemora o segundo gol do Palmeiras
Felipe Melo comemora o segundo gol do Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli)
  • Como foi o segundo tempo

O São Paulo voltou do intervalo mais ligado, mas sem uma grande mudança de desempenho. Pior, o time se lançou ao ataque e abriu ainda mais espaços na defesa. Foi assim que, aos 11 minutos, Gustavo Scarpa disparou no contra-ataque e aumentou a vantagem alviverde. O Tricolor não teve força para reagir. Fernando Diniz colocou Raniel, Hernanes e Igor Vinícius, mas a equipe não melhorou. O máximo que conseguiu foi um cabeceio de Raniel na trave, já aos 44. O Palmeiras diminuiu o ritmo, se fechou, mas ainda assim encontrou muito espaço na defesa rival. Willian, aos 37, chutou com muito perigo ao receber belo passe de Dudu. E poderia ter feito alguns outros gols…

Scarpa comemora o terceiro gol com Deyverson
Scarpa comemora o terceiro gol com Deyverson (Foto: Marcos Ribolli)

Time do Palmeiras posado para clássico contra o São Paulo
Time do Palmeiras posado para clássico contra o São Paulo (Foto: Marcos Ribolli)
Time posado do São Paulo contra o Palmeiras
Time posado do São Paulo contra o Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli)

Público e rendaPúblico: 29.481 pagantes
Renda: R$ 1.731.916,80

Com informações do globoesporte.globo.com

Esportes

Cruzeiro recebe aviso de que será excluído do Profut, e diretoria provisória prepara recurso

Avatar

Publicado

em

Sede do Cruzeiro — Foto: Diego Domingues

Cruzeiro. Caso seja impedido de prosseguir no programa de refinanciamento fiscal, clube perderá todos os benefícios obtidos na adesão e voltará a ter receitas bloqueadas e penhoradas pelo governo

Avisado pela Apfut, órgão público que fiscaliza o cumprimento do Profut, o Cruzeiro está próximo de ser excluído do programa do governo federal para o refinanciamento de dívidas fiscais. A informação foi confirmada ao blog na tarde desta terça-feira por Saulo Fróes, presidente do conselho gestor que administra provisoriamente o clube.

A associação está inadimplente no pagamento de impostos correntes e das parcelas do Profut. Além disso, a sua avaliação foi prejudicada pela decisão da presidência de Wagner Pires de Sá, no ano passado, de contabilizar irregularmente a venda do uruguaio Arrascaeta no balanço de 2018 – o meia foi vendido apenas em 2019.

Caso seja mesmo excluído em definitivo do Profut, o Cruzeiro perderá todos os benefícios que obteve no momento da adesão e voltará a ter receitas bloqueadas e penhoradas pelo governo.

Existe possibilidade de recurso. A diretoria do clube celeste poderá apresentá-lo ao plenário da Apfut, a Autoridade Pública de Governança do Futebol, criada em 2015 para fiscalizar o refinanciamento fiscal.

– Nós estivemos na semana passada com o presidente da Apfut para falar sobre esse assunto e fomos comunicados de que receberemos a notificação. Nós iremos entrar com recurso e temos grandes chances de reverter. Demonstramos que hoje o clube está sendo gerido por pessoas sérias e compromissadas – afirmou Saulo Fróes em mensagem ao blog.

A defesa do Cruzeiro e a análise da Apfut no plenário precisarão aguardar a nomeação de todos os membros do órgão. A Secretaria Especial do Esporte (em substituição ao Ministério do Esporte) nomeou o contador Benny Kessel para a presidência no segundo semestre do ano passado, mas ainda está pendente a nomeação dos demais integrantes.

O tamanho da dívida

Na lista de devedores da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN), o Cruzeiro aparece com R$ 262 milhões em impostos não pagos – dos quais R$ 254 milhões correspondem a dívidas tributárias (como Imposto de Renda de funcionários retido pelo clube, mas não repassado ao governo) e R$ 8 milhões em dívidas previdenciárias (como INSS).

A quantia inclui apenas a impostos correntes, ou seja, não inclui dívidas reparceladas com o governo federal pelo Cruzeiro por meio do Profut.

De acordo com o balanço financeiro mais recente publicado pelo clube, referente ao exercício de 2018, havia R$ 176 milhões refinanciados por meio do Profut. Este valor pode ter aumentado no decorrer de 2019 devido a juros e não pagamento das parcelas do programa do governo.

Fonte: Blog do Rodrigo Capelo Jornalista especializado em negócios do esporte – globoesporte.globo.com

Continue lendo

Esportes

Mário Bittencourt nega acerto do Fluminense com Fred: “Segue vinculado ao Cruzeiro”

Avatar

Publicado

em

Presidente pediu a palavra ao fim das apresentações de Wellington Silva, Fernando Pacheco e João Lopes para negar informação de que atacante já teria fechado com Tricolor

Mário Bittencourt, presidente do Fluminense — Foto: Lucas Merçon

O presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, pediu a palavra ao fim da coletiva de apresentação de Wellington Silva, Fernando Pacheco e João Lopes para negar que tenha acertado com Fred. O mandatário lembrou que o atacante segue vinculado ao Cruzeiro e reforçou que só abrirá negociações quando houver o distrato com o clube mineiro. Confira a declaração do dirigente:

“Hoje, mais uma vez, pela manhã, foi divulgada uma notícia que não é verdadeira, de que o Fluminense se acertou com o Fred. Essa notícia não procede. O Fred segue vinculado ao Cruzeiro. E como eu já disse 450 vezes e vou dizer 451: enquanto o Fred estiver vinculado a outro clube, a gente não conversa e não negocia. As pessoas chutam para que, se daqui a um mês, se ele vier, dizer: “eu falei 30 dias atrás”. Se é esse o tipo de jornalismo que o pessoal gosta de fazer, eu lamento profundamente. O Fred não tem nenhum acerto com o Fluminense, não tem nenhuma negociação em curso com o Fluminense, segue vinculado ao Cruzeiro. Esta semana saiu uma matéria dizendo que ele tinha se desvinculado do Cruzeiro, no dia seguinte ele estava treinando no Cruzeiro. Enquanto ele estiver vinculado a gente não conversa com ele. Isto é líquido e certo. Todos os jogadores vêm aqui e dizem que têm vontade de jogar com o Fred. Isso é uma questão óbvia. Se eu fosse jogador, também gostaria. Como torcedor, quero que ele volte a vestir a camisa do Fluminense. A hora que estiver desvinculado eu vou fazer de tudo para trazê-lo de volta. Por enquanto é especulação e chute”

Fred segue em busca de um acordo com o Cruzeiro para acertar sua rescisão com o clube, com o qual tem contrato até o fim da temporada. Enquanto isso, ele treina em separado do grupo na Toca da Raposa. A dívida da Raposa com o atacante é o principal entrave para um distrato rápido. O valor estimado do débito de mais de R$ 25 milhões. Além disso, a multa de R$ 10 milhões pela ida do Atlético-MG diretamente para o Cruzeiro á mais um complicador.

Fred tem a receber salários atrasados, direitos de imagem (nunca pagos pela Raposa), férias, 13º e atraso no pagamento do FGTS, além de luvas pela assinatura do contrato de trabalho em dezembro de 2017. E não abre mão dos direitos e do que foi acertado de receber no contrato efetuado. Seu representante também tem atrasados a receber com o Cruzeiro.

O atacante até aceitou o parcelamento do valor devido, mas o clube mineiro, no momento, não tem condições de aceitar e, principalmente, honrá-lo. Mesmo que o valor fosse parcelado em vários anos, pesaria no bolso cruzeirense, que passa por uma grave crise financeira.

Cada reunião entre Fred e a diretoria celeste nas últimas semanas sem um martelo batido aumentava a ansiedade de boa parte da torcida tricolor, que apoia a volta do atacante. O jogador e o Fluminense têm desejo mútuo no retorno da união. A tendência é que, uma vez encerrado o vínculo com o Cruzeiro, um acordo com o Fluminense seja atingido rapidamente.

Fonte: Thiago Lima — Rio de Janeiro – globoesporte.globo.com

Continue lendo
Publicidade

Facebook

Siga-nos

Publicidade

Mais lidas