conecte-se conosco

Geral

Homem é hospitalizado após comer bolo de maconha em Governador Valadares

Avatar

Publicado

em

Homem é hospitalizado depois de comer bolo de maconha

Um homem de 41 anos precisou ser internado após comer um pedaço de bolo com maconha em Governador Valadares, na região do Rio Doce, nessa quarta-feira (5). A situação virou caso de polícia, uma vez que ele afirmou que o sobrinho quis “envenená-lo” após uma briga.

O desentendimento começou na noite de terça-feira (4), quando o tio se irritou depois que o suspeito, de 22 anos, apagou as luzes da casa da família, localizada no bairro Santa Paula. Os dois tiveram um atrito e foram dormir. Na quarta, a vítima estava na porta de uma padaria quando o jovem chegou e ofereceu um pedaço de bolo.

“O tio aceitou, comeu e foi trabalhar. Ele passou mal e foi levado para um hospital da cidade, onde fomos acionados. Queixando-se de náuseas e dor estomacal, ele alegou que achava que o bolo estava envenenado e o sobrinho tinha colocado maconha de propósito”, explicou o capitão Thiago Emanuel de Souza.

O homem precisou ser submetido a uma lavagem estomacal. Militares fizeram rastreamento no bairro, o sobrinho foi localizado e contou que pediu uma prima para preparar a massa. Enquanto isso, ele triturou a maconha, misturou na pasta e levou ao forno. Em seguida, serviu para o tio, um irmão e dois vizinhos. Os três últimos sentiram um gosto amargo e jogaram o lanche fora.

Defesa

Na delegacia, o jovem alegou que não tinha a intenção de prejudica o tio. Inclusive, se defendeu dizendo que ele mesmo tinha comido um pedaço. Porém, Cruz confirmou que não avisou a ninguém que o bolo estava com a droga.

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, por ter sido uma quantidade pequena de maconha, o homem foi ouvido e liberado. Ele assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência por uso e porte de droga. O caso foi encaminhado ao Juizado Especial Criminal.

Com informações do Portal Aconteceu no Vale

Brasil

Segunda vítima do novo coronavírus em Minas morreu três dias depois da internação, diz hospital

O homem de 66 anos tinha cardiopatia e diabetes. Minas Gerais tem 275 casos confirmados.

Vinicius Silva

Publicado

em



Minas Gerais tem 275 casos confirmados da doença — Foto: Getty Images

 

O homem de 66 anos tinha cardiopatia e diabetes. Minas Gerais tem 275 casos confirmados.

O homem de 66 anos que morreu vítima do novo coronavírus em Belo Horizonte ficou três dias internado. De acordo com o Hospital Semper, ele chegou na última sexta-feira (27) em estado grave e foi direto para o Centro de Tratamento intensivo (CTI).

O paciente, que não teve o nome divulgado, tinha cardiopatia e diabetes. Ainda segundo o hospital, todo o protocolo de tratamento da covid-19 foi seguido, mas ele não resistiu e morreu nesta segunda-feira (30).

Esta foi a segunda morte por novo coronavírus confirmada em Minas Gerais pela Secretaria de Estado de Saúde.

O homem ficou em isolamento durante todo o período em que esteve na unidade. O número de leitos do Semper, que é um hospital particular, passou de 30 para 48 na tentativa de atender os pacientes com covid-19.

Minas Gerais tem 275 casos confirmados da doença e 34.224 casos suspeitos. Além disso, outras 40 mortes estão em investigação no estado.

Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença — Foto: Foto: Infografia/G1

Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença — Foto: Foto: Infografia/G1

Fonte: https://g1.globo.com/



Continue lendo

Brasil

Casos de coronavírus no Brasil em 31 de março

5.812 infectados em todos os estados e 202 mortos.

Vinicius Silva

Publicado

em



Secretarias estaduais de saúde contabilizam 5.812 infectados em todos os estados e 202 mortos.

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até as 22h00 desta terça-feira (31), 5.812 casos confirmados do novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil.

O governo do Amazonas confirmou a terceira morte no estado e em Minas Gerais constatada a segunda morte pela doença. A primeira morte também foi confirmada em Alagoas. No começo da tarde, a Paraíba confirmou a primeira morte. O Distrito Federal registra três casos fatais da Covid-19 e o Mato Grosso do Sul teve seu primeiro caso. Pernambuco confirmou sete mortes. Com isso, chega a 202 o número de mortos pela Covid-19 no país. São Paulo registra 136 mortes e o Rio de Janeiro tem 23 casos fatais da doença.

O governo do Pará também atualizou os números nesta manhã e agora são 32 casos da doença no estado. Minas Gerais tem 275 casos confirmados e subiu para 10 o número de casos no Amapá. O governo de Sergipe confirmou mais dois casos nesta terça e Pernambuco chegou aos 87 casos confirmados.

O Rio Grande do Sul atualizou o número de casos para 305. Goiás chegou a 65 casos e o Rio Grande do Norte tem 82 infectados pela doençaBahia tem 217 casos confirmados, o Distrito Federal tem 333 e Santa Catarina registra 235 casos.

Ministério da Saúde atualizou seus números nesta terça-feira (31), informando que o Brasil tem 201 mortes e 5.717 casos confirmados de coronavírus.

O avanço da doença está acelerado: foram 25 dias desde o primeiro contágio confirmado até os primeiros 1.000 casos (de 26 de fevereiro a 21 de março). No entanto, os outros 2.000 casos foram confirmados em apenas seis dias (de 21 a 27 de março).

Fonte: https://g1.globo.com/



Continue lendo
Publicidade

Facebook

Siga-nos

Publicidade

Mais lidas