conecte-se conosco

Destaque

Governo pede extradição de homem preso nos EUA apontado pela polícia como o maior fornecedor de fuzis para o Brasil

Avatar

Publicado

em

Frederik Barbieri é acusado de ter enviado dezenas de fuzis de guerra para o país, o que ele nega; investigado, teria fugido para Miami em 2012.

Ministério da Justiça informou em nota divulgada na tarde deste sábado (25) que o governo solicitou a extradição do brasileiro Frederik Barbieri, preso nos Estados Unidos nesta madrugada (leia a íntegra da nota ao final desta reportagem).

Barbieri é apontado pela Polícia Civil como o maior traficante de armas do Brasil. Ele é acusado de ter enviado ao país, em maio do ano passado, uma carga de aquecedores de piscina recheada de fuzis de guerra. Foi a maior apreensão de armas feita no Brasil em 10 anos.

De acordo com as investigações, parte desses fuzis seria entregue a traficantes da Favela da Rocinha, que desde setembro está em guerra. A polícia acredita que favelas de São Gonçalo também seriam abastecidas com aquele arsenal.

Radicado nos Estados Unidos, Barbieri foi preso em sua casa, na Flórida, por agentes do Serviço de Imigração e Alfândegas dos Estados Unidos (ICE). A TV Globo apurou que a polícia americana ainda conseguiu interceptar um carregamento de mais 40 fuzis que estava sendo preparado para ser enviado para o Brasil novamente.

“Segundo o Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, o pedido de extradição de Frederik Barbieri já foi apresentado para o governo norte americano”, diz a nota do Ministério da Justiça.

De acordo com o MJ, houve um pedido por parte dos EUA de documentação complementar para dar prosseguimento ao pedido. Por isso, informou a pasta, o governo brasileiro aguarda que a Justiça envie os documentos ao país norte-americano devidamente traduzidos para o inglês.

“Os pedidos de cooperação jurídica internacional entre os países para produção de provas encontram-se em andamento”, também informou o ministério.

Histórico

2010: O brasileiro passou a ser procurado pela polícia da Bahia, depois que uma carga de munição para fuzis foi apreendida no porto de Salvador, em um contêiner que estava no nome dele.

2012: As investigações apontam que Barbieri teria fugido para Miami, nos EUA, com medo de ser preso. Lá, obteve cidadania americana.

2015: A Justiça brasileira emitiu um mandado de prisão preventiva contra Barbieri. O Ministério Público tentou incluir o nome do brasileiro na lista de foragidos da Interpol, mas teve o pedido negado.

Naquele mesmo ano, porém, a Polícia Civil do Rio de Janeiro passou a investigar a procedência de um fuzil apreendido após um confronto dentro de um ônibus em Niterói, onde um policial militar foi morto.

Os investigadores descobriram que o mesmo tipo de arma utilizada nesse confronto era utilizado em diferentes comunidades do Rio para o tráfico de drogas e o roubo de cargas. As armas seriam intermediada por pelo menos dois homens, e Barbieri foi apontado como o transportador e fornecedor delas.

2017: A Polícia Civil interceptou um carregamento com 60 fuzis de guerra, utilizados apenas pela tropa de elite, no terminal de cargas do Aeroporto do Galeão, no Rio.

Após a apreensão, a Polícia Federal realizou uma operação e cumpriu nove mandados de prisão, inclusive contra Barbieri, que não foi localizado. Entre os presos na ocasião estavam o filho de Barbieri, João Felipe, e Edson da Silva Ornelas, apontado como contador da quadrilha.

Fuzis apreendidos em 2017, que teriam sido enviados por Frederik Barbieri ao Brasil, estavam em carga de aquecedores (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Barbieri nega denúncias

Em entrevista ao Fantástico, em junho de 2017, Barbieri negou ser traficante de armas. A entrevista foi concedida depois da apreensão dos fuzis no Aeroporto do Galeão.

Foi o próprio Barbieri que procurou a TV Globo quando teve seu nome divulgado como traficante internacional de armas.

“Vão tentar me extraditar, só que eu volto a dizer: eu sou cidadão americano”, disse ele na ocasião.

Carioca do Irajá, Zona Norte do Rio, Barbieri confirmou, na oportunidade, que vivia em Miami (EUA) e que tinha uma empresa. Ele, no entanto, negou trabalhar com comércio exterior. “Eu tenho uma empresa aqui nos Estados Unidos, mas é de consultoria”, declarou.

Barbieri ainda afirmou na entrevista que não gostava de armas, já que seu pai foi, segundo ele, assassinado. “Mataram meu pai na Baixada Fluminense por briga de terra. Então, como é que eu vou gostar de arma?”, disse.

Nota do Ministério da Justiça

Leia a íntegra da nota:

Segundo o Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, o pedido de extradição de Frederik Barbieri já foi apresentado para o governo norte americano, mas houve um pedido de documentação complementar. Agora, estão aguardando o Poder Judiciário enviar a documentação complementar devidamente traduzida para o inglês.

Frederik Barbieri é investigado em procedimentos criminais instaurados no Brasil e nos EUA. Os pedidos de cooperação jurídica internacional entre os países para produção de provas encontram-se em andamento.

Com informações do Guilherme Mazui e Lucas Salomão, G1, Brasília

Brasil

Veja como a 2ª parcela do auxílio emergencial de R$ 600 será paga

A Caixa inicia, a partir da próxima segunda-feira (18)

Vinicius Silva

Publicado

em

Pagamento da segunda parcela só será feito para trabalhadores que receberam a primeira parcela até o dia 30 de abril

A Caixa inicia, a partir da próxima segunda-feira (18), o pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial para todos os trabalhadores que receberam a primeira parcela até 30 de abril.

“Quem receber a primeira parcela nesse novo calendário não receberá a segunda parcela também. Senão, seria o caos”, diz Pedro Guimarães, presidente da Caixa, em coletiva nesta sexta-feira (15). Portanto, o calendário da segunda parcela para os trabalhadores que receberam a primeira após o dia 30 de abril ainda será divulgado pelo Ministério da Cidadania, bem como o calendário da terceira parcela do benefício.

A segunda etapa dos pagamentos será realizada de acordo com calendário publicado nesta sexta-feira (15) pelo Ministério da Cidadania.

As datas foram definidas de modo a evitar concentração nos meios digitais e aglomerações nos pontos de atendimento. Isso será possível porque no calendário da segunda parcela os pagamentos serão divididos pelo mês de aniversário. Isso facilita, em uma fila na agência, verificar quem pode receber ou não o dinheiro. Basta que o trabalhador apresente um documento

No calendário da primeira parcela, mais da metade das pessoas que iam às agências não tinham direito a receber e ficavam em longas filas, contou Guimarães. “Era mais difícil saber quem poderia receber ou não, pois liberamos os pagamentos aos poucos, conforme eram aprovados”.

O calendário para a segunda parcela do auxílio emergencial divide os pagamentos entre os grupos de beneficiários – elegíveis do Bolsa Família, CadÚnico e inscritos pelo app/site –, bem como antecipa o crédito para movimentação digital e para saque em espécie conforme mês de nascimento.

Pagamentos do Bolsa Família

Os beneficiários do Bolsa Família elegíveis para receber o auxílio poderão sacar em espécie, da mesma forma do benefício regular, conforme o número final do Número de Identificação Social (NIS). O calendário para este público já inicia nesta segunda-feira (18) conforme quadro a seguir:

Tabela 1 Caixa – Calendário segunda parcela (Caixa/Reprodução)

Antecipação do crédito para uso digital

Para quem recebe o auxílio pela poupança social digital a Caixa irá antecipar o crédito da segunda parcela para compras com o cartão de débito virtual e o pagamento de boletos e concessionárias.

Veja o calendário para uso digital dos recursos:

Tabela 2 Caixa – Calendário segunda parcela (Caixa/Reprodução)

O grande volume de pagamentos acontecerá no sábado, 23, quando não acontece o pagamento aos beneficiários do Bolsa Família. No dia serão pagos trabalhadores que fazem aniversário nos meses de maio, junho e julho. “Iremos pagar cerca de 2,2 milhões de pessoas por dia, mas no sábado o número chegará a 3 milhões, sem o Bolsa Família. No primeiro calendário, chegamos a pagar 7 milhões de pessoas em um dia. Portanto, acreditamos que as filas vão diminuir mesmo nesse dia”, diz Guimarães, da Caixa.

O cliente que recebeu a primeira parcela pela conta poupança da Caixa ou por outro banco, terá aberta nesta segunda etapa, gratuitamente, uma poupança social digital e movimentará os recursos por meio do Caixa Tem. A exceção são os que recebem o Bolsa Família, disse Guimarães. “Essa parte da população tem menos informações sobre como gerenciar o dinheiro online, e precisa muito da nossa ajuda. Portanto resolvemos mexer o mínimo possível neste processo”.

Saque em espécie da poupança digital

Os que recebem o crédito pela poupança social digital e optarem por sacar o benefício em espécie deverão seguir o calendário escalonado por mês de aniversário.

Nas datas indicadas, eventual saldo existente será transferido automaticamente para a conta em que o beneficiário recebeu a primeira parcela, sendo poupança Caixa ou conta em outro banco.

Tabela 3 Caixa – Calendário segunda parcela (Caixa/Reprodução)

A Caixa realizou parcerias com prefeituras de cerca de 1.100 cidades para a sinalização e organização das filas e instalação de impressoras para facilitar a triagem fora da agência, sempre levando em conta os cuidados necessários para
evitar a transmissão da covid-19.

Cinco caminhões-agência itinerantes também estão atendendo em localidades com maior necessidade. Confira o calendário dos próximos dias:

• Nova Xavantina (MT) – 4 a 16 de maio
• Viseu (PA) – 14 a 29 de maio
• Coroatá (MA) – 18 a 22 de maio
• Casimiro de Abreu (RJ) – 18 a 22 de maio
• Colniza (MT) – 18 a 22 de maio
• Bela Vista (MS) – 18 a 22 de maio

Novo lote da parcela 1

A Caixa vai creditar a primeira parcela do auxílio Emergencial para mais 8,3 milhões de beneficiários entre os dias 19 e 29 de maio. No total, serão disponibilizados mais R$ 5,3 bilhões nas contas indicadas no momento da inscrição, conforme
calendário a seguir:

Tabela 4 Caixa - Calendário segunda parcela
Tabela 4 Caixa – Calendário segunda parcela (Caixa/Reprodução)

Cartão de débito virtual

O beneficiário que recebe pela poupança Social Digital pode emitir o cartão de débito virtual para compras pela internet em sites e aplicativos que aceitam débito. A emissão do cartão é gratuita e a compra é debitada diretamente da conta, sem precisar sair de casa.

Para gerar o cartão basta acessar o aplicativo Caixa Tem e selecionar a opção “Cartão de débito virtual”, logo na tela inicial. Com mais dois passos o app envia a imagem do cartão com os dados para o usuário utilizar na internet.

Para usar o cartão de débito virtual basta informar os dados informados pelo aplicativo nos sites e aplicativos que aceitam débito. As compras são seguras porque para cada transação é gerado um código de segurança, enquanto nos cartões normais o número é sempre o mesmo. Para as compras recorrentes, o número é salvo e não é preciso gerar um código a cada compra.

Balanço

Desde o dia 9 de abril, quando teve início o pagamento, cerca de 50,4 milhões de brasileiros já receberam o crédito do benefício, ou seja, um em cada três adultos. Ao todo, mais de R$ 35,8 bilhões já foram creditados (incluindo os créditos que ocorrem desta sexta para sábado).

O site auxilio.caixa.gov.br recebeu 875,6 milhões de visitas e a central exclusiva 111 registra mais de 161,8 milhões de ligações. O aplicativo Caixa| Auxílio Emergencial conta com 82,8 milhões de downloads e o aplicativo Caixa Tem, para movimentação da poupança digital, ultrapassa 89,3 milhões de downloads.

Fonte: exame.abril.com.br

Continue lendo

Brasil

Boletins epidemiológicos do COVID-19 na região até o dia 13/05/2020

números da doença em Minas Gerais até a tarde do dia 13/05/2020

Vinicius Silva

Publicado

em



Não foi encontrado boletins atualizados das prefeituras de Abre campo, Viçosa nem de Rio Casca.

Abaixo números da doença em Minas Gerais até a tarde do dia 13/05/2020



Continue lendo
Publicidade

Facebook

Siga-nos

Publicidade

Mais lidas