conecte-se conosco

Geral

Governo federal reconhece situação de emergência em 14 cidades mineiras atingidas pela chuva

Avatar

Publicado

em

Portaria inclui onze municípios da Zona da Mata, dois da Região Metropolitana de Belo Horizonte e um do Centro-Oeste.

governo federal reconheceu a situação de emergência em 14 cidades mineiras atingidas pela chuva. A portaria, que inclui onze municípios da Zona da Mata, dois da Região Metropolitana de Belo Horizonte e um do Centro-Oeste, foi publicada na edição do Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (7).

O reconhecimento do Ministério da Integração Nacional permite ampliar as ações de assistência e reconstrução das áreas prejudicadas pelos temporais que têm castigado o estado. Ele foi realizado por um “procedimento sumário”, que ocorre com base apenas no requerimento e no decreto de emergência do estado ou do município. Segundo o ministério, o objetivo “é acelerar as ações federais de resposta ao desastre, considerado de alta intensidade”.

De sábado (2) até esta quinta-feira (7), foram registradas três mortes no estado em decorrências dos temporais. O corpo de uma garota de 13 anos, que havia desaparecido em Urucânia, foi encontrado nesta terça-feira (5). Em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, uma mulher de 80 anos morreu afogada em casa no domingo (3). E em Perdizes, no Alto Paranaíba, um menino de seis anos morreu após ser levado por enxurrada no sábado (2). Quatro pessoas estão desaparecidas. Segundo a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), 1.801 pessoas estão desalojadas e 966 estão desabrigadas no estado.

Na Zona da Mata, Abre Campo, Lajinha, Piedade de Ponte Nova, Ponte Nova, Raul Soares, Rio Casca, Santa Cruz do Escalvado, Santo Antônio do Grama, São José do Mantimento, São Pedro dos Ferros, Urucânia tiveram a situação de emergência reconhecida. A portaria ainda engloba Caeté e Pedro Leopoldo, na Grande BH, e Nova Serrana, no Centro-Oeste.

Na última terça, o governo já havia reconhecido situação de emergência em Ribeirão das Neves. Na portaria, constava ainda a cidade de Tombos, na Zona da Mata, que foi atingida por um temporal com granizo no fim de outubro.

 Prefeitos se reúnem com Temer

Prefeitos de cidades que sofrem os impactos dos últimos dias se reuniram, nesta quinta em Brasília, com o presidente Michel Temer (PMDB), com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho (PMDB) e com o secretário Nacional de Defesa Civil, Renato Newton.

O encontro foi realizado a portas fechadas e, de acordo com a assessoria da presidência, discutiu o restabelecimento das condições dos municípios. Participaram os prefeitos de Contagem, Caeté, Ribeirão das Neves, Rio Casca e São João del Rei, além do senador Aécio Neves (PSDB) e dos deputados Caio Narcio (PSDB) e Domingos Sávio.

Com informações do G1 MG, Belo Horizonte

Brasil

Apelo do Prefeito Adriano Alvarenga viraliza na região.

O seu apelo é para Igreja católica e Governo federal nos lotes que ainda faltam para realocar todos para parte mais alta.

Vinicius Silva

Publicado

em

Mais uma vez o Distrito de Vista Alegre Rio Casca Minas Gerais sofre com as fortes chuvas e acontece enchentes como mostra o vídeo feito Prefeito de Rio casca ao lado de moradores; em projeto já existente como fala o prefeito em vídeo já existe mais de 55 lotes para realocar as cercas de 80 famílias.
O seu apelo é para Igreja católica e Governo federal nos lotes que ainda faltam para realocar todos para parte mais alta.

Confiram o vídeo abaixo.

Fonte: Fan Page do Adriano Alvarenga
Continue lendo

Brasil

Casa desmorona em Raul Soares durante enchente; veja vídeo

Um vídeo que se espalhou neste domingo (26) pelas redes sociais mostra o momento em que uma casa às margens do rio Matipó, em Raul Soares, na Zona da Mata, desmorona. O imóvel era o lar da família do auxiliar administrativo Thiago dos Santos Costa Rocha, de 31 anos, que saiu do local dez minutos antes da estrutura ruir.

Vinicius Silva

Publicado

em

Um vídeo que se espalhou neste domingo (26) pelas redes sociais mostra o momento em que uma casa às margens do rio Matipó, em Raul Soares, na Zona da Mata, desmorona. O imóvel era o lar da família do auxiliar administrativo Thiago dos Santos Costa Rocha, de 31 anos, que saiu do local dez minutos antes da estrutura ruir. 

Duas famílias moravam no imóvel de dois pavimentos, os sogros de Thiago no andar de baixo e ele, a esposa e o filho de cinco anos no segundo andar. “A enchente começou na sexta (24) e meus sogros e minha esposa e meu filho foram para a casa do meu cunhado, mas eu fiquei porque não acreditei que chegaria ao segundo piso”, relatou. Na manhã de sábado, no entanto, Thiago acordou com a água já dentro de casa e acabou ilhado, tendo que ser resgatado pela Polícia Militar em um barco.

Na manhã de domingo, quando a casa desabou, a família havia voltado ao local para verificar a situação. A água já havia baixado e, no vídeo, é possível ver até onde ela chegou pela marcação na fachada. “Eu e meu cunhado entramos, olhamos algumas coisas e saímos, depois minha esposa entrou, pegou uma sacola com documentos e saiu, lá fora vimos o tamanho da rachadura na parede e os estalos começaram, dez minutos depois a casa caiu”, detalhou.

Segundo ele, a força da água também destruiu uma ponte que ficava ao lado do imóvel. Thiago acredita que os escombros da estrutura fizeram aumentar a pressão da água, o que pode ter sido responsável pelos danos à estrutura de sua casa. Outra casa, segundo ele, também foi derrubada pela cheia. Os sogros moravam no local há mais de quarenta anos e ele e a esposa haviam se mudado para o andar de cima há cinco. Segundo ele, a enchente nunca havia chegado tão alto.

Perdas

As duas famílias perderam tudo no desmoronamento. “Foram duas geladeiras, duas televisões, duas máquinas de lavar, roupas, documentos, brinquedos do meu filho, eram coisas simples, mas era o que a gente tinha e nos atendia muito bem”, lamentou.

Thiago e a família continuam na casa do cunhado. O auxiliar administrativo não soube precisar valor do prejuízo, mas vai sair nesta segunda-feira (27) em busca de um lugar para morar e tomar as providências necessárias. Ele ainda criou uma vaquinha online para arrecadar fundos e recuperar o que foi perdido na chuva. Cliqe aqui para ajudar a família de Thiago.

A cidade de Raul Soares é uma das 47 incluídas no decreto estadual de Emergência em razão das consequências das chuvas que assolam o Estado desde o meio da última semana.

Fonte> https://www.hojeemdia.com.br/

Continue lendo
Publicidade

Facebook

Siga-nos

Publicidade

Mais lidas