conecte-se conosco

Geral

Detento mata detento no Complexo Penitenciário de Ponte Nova

Avatar

Publicado

em

Por volta das 15h desse domingo (3), a PM foi solicitada a comparecer no Complexo Penitenciário de Ponte Nova, acionada por um agente penitenciário.

Este relatou que estavam na cela de espera os detentos José Marcio Bonfioli, 34 anos, natural de Urucânia; Gláucio Gomes de Araújo,34 anos, de Vespasiano, e  José Severino de Souza, 56 anos, natural de Divino.

Devido ao silêncio absoluto em que se encontravam; levantou suspeita dos agentes que, ao verificarem o interior da cela, viram o detento José Severino de Souza “de bruços”, sob um colchão com uma “tereza” enrolada em seu pescoço, aparentemente sem sinais vitais.

Foram tomadas as providencias para uma possível reanimação, entretanto, José Severino já se encontrava sem vida.

Os agentes penitenciários isolaram o local, colocando em celas isoladas os detentos Gláucio e Bonfioli.

Compareceu ao local o perito Leonardo Moreira Rodrigues dos Santos que detectou uma mancha de sangue na parede da cela. próximo onde a vitima dormia, e uma mancha de sangue no colchão, além de apresentar um sangramento no ouvido direito; após findar os trabalhos o corpo foi liberado para remoção.

Durante conversa com o detento Bonfioli, este relatou que: recentemente teria feito a barba e raspado o cabelo da vitima e, como repetidas vezes, a vitima comentava ter praticado um estupro em uma criança de 3 anos, ele se indignou e, revoltado com a ação do detento José Severino, decidiu, em conluio com o detento Gláucio, assassinar a vitima José Severino. Ele utilizou uma “tereza” e o asfixiou até à morte, enquanto o detento Gláucio segurava as pernas da vitima. Desta forma, não foi emitido nenhum tipo de som ou barulho.

Após o crime ocorrido, teria acionado um agente que fazia a ronda do pavilhão. Em conversa com o detento Gláucio relatou que: se encontrava dormindo quando foi surpreendido pelo detento bonfioli “esganando” o pescoço do detento José Severino com uma”tereza”, que o levou à morte.

Ainda. segundo Glaucio, ao presenciar o fato, foi impedido pelo detento Bonfioli com ameaças de morte, o qual dizia que se gritasse ou interviesse, o próximo seria ele. Além disso, outro fator que o impossibilitou de intervir foram os sérios problemas na perna esquerda que restringe sua locomoção.

José Marcio e Gláucio foram conduzidos à delegacia onde prestaram esclarecimentos.

Com informações do Portal Unidade Notícias

Brasil

Segunda vítima do novo coronavírus em Minas morreu três dias depois da internação, diz hospital

O homem de 66 anos tinha cardiopatia e diabetes. Minas Gerais tem 275 casos confirmados.

Vinicius Silva

Publicado

em



Minas Gerais tem 275 casos confirmados da doença — Foto: Getty Images

 

O homem de 66 anos tinha cardiopatia e diabetes. Minas Gerais tem 275 casos confirmados.

O homem de 66 anos que morreu vítima do novo coronavírus em Belo Horizonte ficou três dias internado. De acordo com o Hospital Semper, ele chegou na última sexta-feira (27) em estado grave e foi direto para o Centro de Tratamento intensivo (CTI).

O paciente, que não teve o nome divulgado, tinha cardiopatia e diabetes. Ainda segundo o hospital, todo o protocolo de tratamento da covid-19 foi seguido, mas ele não resistiu e morreu nesta segunda-feira (30).

Esta foi a segunda morte por novo coronavírus confirmada em Minas Gerais pela Secretaria de Estado de Saúde.

O homem ficou em isolamento durante todo o período em que esteve na unidade. O número de leitos do Semper, que é um hospital particular, passou de 30 para 48 na tentativa de atender os pacientes com covid-19.

Minas Gerais tem 275 casos confirmados da doença e 34.224 casos suspeitos. Além disso, outras 40 mortes estão em investigação no estado.

Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença — Foto: Foto: Infografia/G1

Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença — Foto: Foto: Infografia/G1

Fonte: https://g1.globo.com/



Continue lendo

Brasil

Casos de coronavírus no Brasil em 31 de março

5.812 infectados em todos os estados e 202 mortos.

Vinicius Silva

Publicado

em



Secretarias estaduais de saúde contabilizam 5.812 infectados em todos os estados e 202 mortos.

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até as 22h00 desta terça-feira (31), 5.812 casos confirmados do novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil.

O governo do Amazonas confirmou a terceira morte no estado e em Minas Gerais constatada a segunda morte pela doença. A primeira morte também foi confirmada em Alagoas. No começo da tarde, a Paraíba confirmou a primeira morte. O Distrito Federal registra três casos fatais da Covid-19 e o Mato Grosso do Sul teve seu primeiro caso. Pernambuco confirmou sete mortes. Com isso, chega a 202 o número de mortos pela Covid-19 no país. São Paulo registra 136 mortes e o Rio de Janeiro tem 23 casos fatais da doença.

O governo do Pará também atualizou os números nesta manhã e agora são 32 casos da doença no estado. Minas Gerais tem 275 casos confirmados e subiu para 10 o número de casos no Amapá. O governo de Sergipe confirmou mais dois casos nesta terça e Pernambuco chegou aos 87 casos confirmados.

O Rio Grande do Sul atualizou o número de casos para 305. Goiás chegou a 65 casos e o Rio Grande do Norte tem 82 infectados pela doençaBahia tem 217 casos confirmados, o Distrito Federal tem 333 e Santa Catarina registra 235 casos.

Ministério da Saúde atualizou seus números nesta terça-feira (31), informando que o Brasil tem 201 mortes e 5.717 casos confirmados de coronavírus.

O avanço da doença está acelerado: foram 25 dias desde o primeiro contágio confirmado até os primeiros 1.000 casos (de 26 de fevereiro a 21 de março). No entanto, os outros 2.000 casos foram confirmados em apenas seis dias (de 21 a 27 de março).

Fonte: https://g1.globo.com/



Continue lendo
Publicidade

Facebook

Siga-nos

Publicidade

Mais lidas