conecte-se conosco

Geral

Centenas se despedem de cão labrador fuzileiro dos EUA que serviu 3 vezes no Afeganistão

Avatar

Publicado

em

Labrador preto de 10 anos sofreu eutanásia após adeus oficial e emocionante de combatentes navais.

Centenas de combatentes, ex-colegas e civis dos Estados Unidos se juntaram para dizer adeus a Cena, um labrador preto com 10 anos que serviu em três missões no Afeganistão ao lado de fuzileiros navais. A despedida ocorreu antes de ele sofrer uma eutanásia em Michigan, já que chegou a um estágio avançado de câncer nos ossos.

Cena serviu como fuzileiro naval até a sua aposentadoria em 2014. A cerimônia antes de sua morte foi organizada pelo seu dono, Jeff Young, que foi acompanhado pelo cachorro durante seu período de combate no Afeganistão em 2009 e 2010 e, depois, o adotou oficialmente. Cena o ajudou após o período de guerra e depois virou um ajudante para o transtorno de estresse pós-traumático.

Young chora ao levar caixão de Cena após eutanásia em cerimônia em Michigan (Foto: Joel Bissell/Muskegon Chronicle via AP)

Young chora ao levar caixão de Cena após eutanásia em cerimônia em Michigan (Foto: Joel Bissell/Muskegon Chronicle via AP)

“Toda a minha vida adulta estive com Cena”, disse Young. “Quando tinha 19 anos, no exterior, aprendendo a ser responsável, eu estava com Cena. Agora tenho 27 anos e preciso dizer adeus a uma das maiores partes da minha vida”.

Young contou que os dois atravessaram um rio no Talibã enquanto escapavam de uma forte troca de tiros. Ele disse que Cena o ajudou a se aquecer durante algumas noites no deserto e foi sua companhia quando perdeu sete amigos e combatentes em três semanas.

Cachorro foi diagnosticado com câncer terminal nos ossos (Foto: Joel Bissell/Muskegon Chronicle via AP)

Cachorro foi diagnosticado com câncer terminal nos ossos (Foto: Joel Bissell/Muskegon Chronicle via AP)

A cerimônia de despedida contou com a presença de integrantes da Liga de Combatentes da Marinha dos Estados Unidos, da Polícia do Estado de Michigan, do escritório de investigação do condado de Muskegon, da Polícia Municipal de Muskegon, do Departamento de Bombeiros de Muskegon e de várias outras autoridades, incluindo outro cão oficial, o Rex.

“Qualquer cachorro que tenha servido fora do país merece exatamente o que fiz por Cena, ou até mais”, defendeu Young.

Cena foi três vezes em missão ao Afeganistão (Foto: Joel Bissell/Muskegon Chronicle via AP)

Cena foi três vezes em missão ao Afeganistão (Foto: Joel Bissell/Muskegon Chronicle via AP)

Com informações do Associated Press no G1

Brasil

Segunda vítima do novo coronavírus em Minas morreu três dias depois da internação, diz hospital

O homem de 66 anos tinha cardiopatia e diabetes. Minas Gerais tem 275 casos confirmados.

Vinicius Silva

Publicado

em



Minas Gerais tem 275 casos confirmados da doença — Foto: Getty Images

 

O homem de 66 anos tinha cardiopatia e diabetes. Minas Gerais tem 275 casos confirmados.

O homem de 66 anos que morreu vítima do novo coronavírus em Belo Horizonte ficou três dias internado. De acordo com o Hospital Semper, ele chegou na última sexta-feira (27) em estado grave e foi direto para o Centro de Tratamento intensivo (CTI).

O paciente, que não teve o nome divulgado, tinha cardiopatia e diabetes. Ainda segundo o hospital, todo o protocolo de tratamento da covid-19 foi seguido, mas ele não resistiu e morreu nesta segunda-feira (30).

Esta foi a segunda morte por novo coronavírus confirmada em Minas Gerais pela Secretaria de Estado de Saúde.

O homem ficou em isolamento durante todo o período em que esteve na unidade. O número de leitos do Semper, que é um hospital particular, passou de 30 para 48 na tentativa de atender os pacientes com covid-19.

Minas Gerais tem 275 casos confirmados da doença e 34.224 casos suspeitos. Além disso, outras 40 mortes estão em investigação no estado.

Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença — Foto: Foto: Infografia/G1

Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença — Foto: Foto: Infografia/G1

Fonte: https://g1.globo.com/



Continue lendo

Brasil

Casos de coronavírus no Brasil em 31 de março

5.812 infectados em todos os estados e 202 mortos.

Vinicius Silva

Publicado

em



Secretarias estaduais de saúde contabilizam 5.812 infectados em todos os estados e 202 mortos.

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até as 22h00 desta terça-feira (31), 5.812 casos confirmados do novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil.

O governo do Amazonas confirmou a terceira morte no estado e em Minas Gerais constatada a segunda morte pela doença. A primeira morte também foi confirmada em Alagoas. No começo da tarde, a Paraíba confirmou a primeira morte. O Distrito Federal registra três casos fatais da Covid-19 e o Mato Grosso do Sul teve seu primeiro caso. Pernambuco confirmou sete mortes. Com isso, chega a 202 o número de mortos pela Covid-19 no país. São Paulo registra 136 mortes e o Rio de Janeiro tem 23 casos fatais da doença.

O governo do Pará também atualizou os números nesta manhã e agora são 32 casos da doença no estado. Minas Gerais tem 275 casos confirmados e subiu para 10 o número de casos no Amapá. O governo de Sergipe confirmou mais dois casos nesta terça e Pernambuco chegou aos 87 casos confirmados.

O Rio Grande do Sul atualizou o número de casos para 305. Goiás chegou a 65 casos e o Rio Grande do Norte tem 82 infectados pela doençaBahia tem 217 casos confirmados, o Distrito Federal tem 333 e Santa Catarina registra 235 casos.

Ministério da Saúde atualizou seus números nesta terça-feira (31), informando que o Brasil tem 201 mortes e 5.717 casos confirmados de coronavírus.

O avanço da doença está acelerado: foram 25 dias desde o primeiro contágio confirmado até os primeiros 1.000 casos (de 26 de fevereiro a 21 de março). No entanto, os outros 2.000 casos foram confirmados em apenas seis dias (de 21 a 27 de março).

Fonte: https://g1.globo.com/



Continue lendo
Publicidade

Facebook

Siga-nos

Publicidade

Mais lidas