conecte-se conosco

Esportes

Após polêmica com diretor, Corinthians dá a camisa 24 a Victor Cantillo

Avatar

Publicado

em

Jogador usaria a camisa 8 em homenagem a Rincón, mas clube mudou os planos

Victor Cantillo usará a camisa 24 no Corinthians.

Dono do número no Junior Barranquilla, o jogador foi tema de polêmica em sua chegada ao clube quando o diretor de futebol Duílio Monteiro Alves deu uma declaração homofóbica antes da entrevista coletiva de apresentação e disse que o número não poderia ser usado no Timão.

– Vinte e quatro aqui não – disse Duílio, rindo.

Na época, o Timão disse que ele receberia a camisa 8 para homenagear o ex-volante Freddy Rincón, que vestiu essa camisa quando foi jogador do Corinthians. No mesmo dia, o diretor usou as redes sociais para se desculpar.

Cantillo em aquecimento em Ponte Preta x Corinthians — Foto: Marcos Ribolli
Cantillo em aquecimento em Ponte Preta x Corinthians — Foto: Marcos Ribolli


Nesta semana, o clube debateu internamente a possibilidade de entregar a camisa 24 para o jogador na Libertadores, já que a numeração da competição é de 1 a 25. A outra opção seria dar ao goleiro Filipe.

O clube, porém, decidiu deixar Cantillo de forma definitiva com a nova numeração. A decisão foi tomada no vestiário. Uma camisa com o nome do jogador e o número 8 já estava pronta, e apareceu em foto de um dos roupeiros da equipe, em registro nas redes sociais.

Roupeiro do Corinthians chegou a publicar foto de Cantillo com a camisa 8... — Foto: Reprodução do Instagram

Roupeiro do Corinthians chegou a publicar foto de Cantillo com a camisa 8… — Foto: Reprodução do Instagram

Registrado na CBF nesta quinta-feira, o jogador começa no banco de reservas contra a Ponte Preta.

O número, no jogo do bicho, é associado ao veado. Disso decorreu uma associação homofóbica no Brasil. O número passou a ser mencionado em comentários sobre homossexuais.

O Corinthians tem o hábito de ignorar o 24 na numeração de seus jogadores. Foi o caso, por exemplo, da listagem de atletas na Copinha deste ano. Em competições que exigem numeração sequencial, algum jogador acaba vestindo a camisa 24. Foi o caso do goleiro Cássio na Libertadores de 2012.

Nesta semana, o Bahia promoveu uma ação com a camisa 24. O volante Flávio abandonou a camisa 5 para vestir a numeração, num gesto contra a homofobia e em homenagem a Kobe Bryant, ex-jogador da NBA que morreu em acidente de helicóptero.

Com informações da Ana Canhedo — Campinas – globoesporte.globo.com

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Futebol italiano contra o coronavírus: jogos com portões fechados na Série A e Liga Europa

Avatar

Publicado

em

Internazionale pode ter duas partidas sem público no estádio até domingo que vem: confronto decisivo pelo torneio continental e clássico local diante da líder Juventus

Dirigentes e governantes italianos parecem ter encontrado um antídoto para equacionar problemas de saúde pública e calendário de jogos da Série A. Um pedido formal da Figc (Federazione Italiana Giuoco Calcio) ao ministério do Esporte deve resultar até a noite desta segunda-feira num decreto que autoriza a disputa das partidas mesmo com aumento de infectados pelo coronavírus em território nacional: confrontos com portões fechados, sem público no estádio. Assim, evita a aglomeração de pessoas nas regiões mais afetadas pela doença, restringida pelas autoridades nacionais nos últimos dias.

– Dependemos exclusivamente do que serão avaliações políticas, técnicas e científicas. No momento, o que surge é uma provisão para a suspensão de eventos esportivos em algumas áreas geográficas. Tivemos o cuidado de distinguir os eventos que podem ser realizados a portas fechadas, fazendo esta solicitação – disse Gabriele Gravina, presidente da Figc.

A próxima rodada do Campeonato Italiano tem o clássico entre Juventus e Internazionale, em Turim, norte da Itália, justamente na região mais afetada pelo coronavírus. Antes, na quinta-feira, o time de Milão enfrenta o Ludogorets, da Bulgária, no jogo de volta pela fase de 16avos da Liga Europa, em outro confronto que deve ter portões fechados ao público.

Fonte: GloboEsporte.com — Milão, Itália

Continue lendo

Esportes

Cruzeiro recebe aviso de que será excluído do Profut, e diretoria provisória prepara recurso

Avatar

Publicado

em

Sede do Cruzeiro — Foto: Diego Domingues

Cruzeiro. Caso seja impedido de prosseguir no programa de refinanciamento fiscal, clube perderá todos os benefícios obtidos na adesão e voltará a ter receitas bloqueadas e penhoradas pelo governo

Avisado pela Apfut, órgão público que fiscaliza o cumprimento do Profut, o Cruzeiro está próximo de ser excluído do programa do governo federal para o refinanciamento de dívidas fiscais. A informação foi confirmada ao blog na tarde desta terça-feira por Saulo Fróes, presidente do conselho gestor que administra provisoriamente o clube.

A associação está inadimplente no pagamento de impostos correntes e das parcelas do Profut. Além disso, a sua avaliação foi prejudicada pela decisão da presidência de Wagner Pires de Sá, no ano passado, de contabilizar irregularmente a venda do uruguaio Arrascaeta no balanço de 2018 – o meia foi vendido apenas em 2019.

Caso seja mesmo excluído em definitivo do Profut, o Cruzeiro perderá todos os benefícios que obteve no momento da adesão e voltará a ter receitas bloqueadas e penhoradas pelo governo.

Existe possibilidade de recurso. A diretoria do clube celeste poderá apresentá-lo ao plenário da Apfut, a Autoridade Pública de Governança do Futebol, criada em 2015 para fiscalizar o refinanciamento fiscal.

– Nós estivemos na semana passada com o presidente da Apfut para falar sobre esse assunto e fomos comunicados de que receberemos a notificação. Nós iremos entrar com recurso e temos grandes chances de reverter. Demonstramos que hoje o clube está sendo gerido por pessoas sérias e compromissadas – afirmou Saulo Fróes em mensagem ao blog.

A defesa do Cruzeiro e a análise da Apfut no plenário precisarão aguardar a nomeação de todos os membros do órgão. A Secretaria Especial do Esporte (em substituição ao Ministério do Esporte) nomeou o contador Benny Kessel para a presidência no segundo semestre do ano passado, mas ainda está pendente a nomeação dos demais integrantes.

O tamanho da dívida

Na lista de devedores da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN), o Cruzeiro aparece com R$ 262 milhões em impostos não pagos – dos quais R$ 254 milhões correspondem a dívidas tributárias (como Imposto de Renda de funcionários retido pelo clube, mas não repassado ao governo) e R$ 8 milhões em dívidas previdenciárias (como INSS).

A quantia inclui apenas a impostos correntes, ou seja, não inclui dívidas reparceladas com o governo federal pelo Cruzeiro por meio do Profut.

De acordo com o balanço financeiro mais recente publicado pelo clube, referente ao exercício de 2018, havia R$ 176 milhões refinanciados por meio do Profut. Este valor pode ter aumentado no decorrer de 2019 devido a juros e não pagamento das parcelas do programa do governo.

Fonte: Blog do Rodrigo Capelo Jornalista especializado em negócios do esporte – globoesporte.globo.com

Continue lendo
Publicidade

Facebook

Siga-nos

Publicidade

Mais lidas