Connect with us

Esportes

Após polêmica com diretor, Corinthians dá a camisa 24 a Victor Cantillo

Avatar

Published

on

Jogador usaria a camisa 8 em homenagem a Rincón, mas clube mudou os planos

Victor Cantillo usará a camisa 24 no Corinthians.

Dono do número no Junior Barranquilla, o jogador foi tema de polêmica em sua chegada ao clube quando o diretor de futebol Duílio Monteiro Alves deu uma declaração homofóbica antes da entrevista coletiva de apresentação e disse que o número não poderia ser usado no Timão.

– Vinte e quatro aqui não – disse Duílio, rindo.

Na época, o Timão disse que ele receberia a camisa 8 para homenagear o ex-volante Freddy Rincón, que vestiu essa camisa quando foi jogador do Corinthians. No mesmo dia, o diretor usou as redes sociais para se desculpar.

Cantillo em aquecimento em Ponte Preta x Corinthians — Foto: Marcos Ribolli
Cantillo em aquecimento em Ponte Preta x Corinthians — Foto: Marcos Ribolli


Nesta semana, o clube debateu internamente a possibilidade de entregar a camisa 24 para o jogador na Libertadores, já que a numeração da competição é de 1 a 25. A outra opção seria dar ao goleiro Filipe.

O clube, porém, decidiu deixar Cantillo de forma definitiva com a nova numeração. A decisão foi tomada no vestiário. Uma camisa com o nome do jogador e o número 8 já estava pronta, e apareceu em foto de um dos roupeiros da equipe, em registro nas redes sociais.

Roupeiro do Corinthians chegou a publicar foto de Cantillo com a camisa 8... — Foto: Reprodução do Instagram

Roupeiro do Corinthians chegou a publicar foto de Cantillo com a camisa 8… — Foto: Reprodução do Instagram

Registrado na CBF nesta quinta-feira, o jogador começa no banco de reservas contra a Ponte Preta.

O número, no jogo do bicho, é associado ao veado. Disso decorreu uma associação homofóbica no Brasil. O número passou a ser mencionado em comentários sobre homossexuais.

O Corinthians tem o hábito de ignorar o 24 na numeração de seus jogadores. Foi o caso, por exemplo, da listagem de atletas na Copinha deste ano. Em competições que exigem numeração sequencial, algum jogador acaba vestindo a camisa 24. Foi o caso do goleiro Cássio na Libertadores de 2012.

Nesta semana, o Bahia promoveu uma ação com a camisa 24. O volante Flávio abandonou a camisa 5 para vestir a numeração, num gesto contra a homofobia e em homenagem a Kobe Bryant, ex-jogador da NBA que morreu em acidente de helicóptero.

Com informações da Ana Canhedo — Campinas – globoesporte.globo.com

Esportes

Boston City anuncia construção de arena de eventos em Manhuaçu MG

Avatar

Published

on

MANHUAÇU (MG) – Inovador e pioneiro no estado, projeto inclui construção de arena multiuso e centro de treinamento

O Boston City FC Brasil lança nesta sexta-feira (23) um projeto inovador e jamais visto na história de Minas Gerais. Trata-se de um complexo esportivo com uma arena multiuso e um Centro de Treinamento, em uma área de 110 mil m², na cidade de Manhuaçu, que fica aproximadamente a 280 km de Belo Horizonte. A previsão de entrega de todo o projeto é final de 2024.

Arena multiuso

Mais do que um estádio de futebol que sediará os jogos do Boston City FC Brasil, a arena multiuso também receberá shows e eventos corporativos, com uma área comercial e uma praça de alimentação, na parte externa, que poderão ser acessadas pelo público em geral até em dias em que não houver partidas.

A princípio, o estádio será construído com capacidade para oito mil torcedores, podendo aumentar para 12 mil lugares conforme a demanda.

Para se adequar ao que há de mais moderno no futebol mundial, o clube fechou uma parceria com a empresa Soccer Grass, responsável pela futura instalação do gramado sintético na arena.

 “Eu nasci em Manhuaçu, mas estou nos EUA desde 1998. Eu me apaixonei pela cultura local. Aqui, quando a pessoa vai a um evento esportivo, ela não assiste apenas a um jogo. É uma experiência completa de entretenimento para toda a família. Então, com a arena multiuso, quero disponibilizar algo semelhante na minha cidade natal”, explicou Renato Valentim, CEO do Boston City FC. O clube existe desde 2014 nos EUA e há dois anos no Brasil.

Centro de Treinamento

Integrado à arena, haverá um Centro de Treinamento, igualmente moderno, com um alojamento para receber até 130 atletas dos times Sub-14 até o Sub-20. As obras do CT estão na fase final da terraplanagem e devem ser entregues no final de 2021.

A estrutura contará com dois campos de futebol com dimensões oficiais, um campo society e uma quadra poliesportiva, além de academia com piscina, salões de jogos e festas, auditório, refeitório e até sala de cinema. O CT ainda terá uma biblioteca completa, com sala de estudos, para os jovens realizarem suas atividades escolares no local.

 “Nossa ideia não é só formar atletas. Queremos, por meio deste Centro de Treinamento pioneiro em Minas Gerais, formar cidadãos para o mundo. Vamos oferecer esporte, entretenimento, cultura e educação, em um único lugar, não apenas para os jogadores, mas, também, para a população em geral da região de Manhuaçu”, finalizou Renato.

Fonte : Portal Caparaó Por Pedro Alamino / Vavel

Continue Reading
Advertisement
Advertisement EuTeSalvo - Salvando os melhores blogs!

Mais lidas

Enable Notifications    OK No thanks