conecte-se conosco

Geral

Acidente grave deixa quatro mortos na BR-262 em Ibatiba

Avatar

Publicado

em

IBATIBA (ES) – Quatro pessoas de uma mesma família morreram em um grave acidente na BR 262, na manhã desta quinta-feira (21), em Ibatiba (ES).

A colisão envolveu um caminhão e um carro modelo Fox, por volta das 11h50, próximo ao trevo de Lajinha, Minas Gerais.

fotos do grave acidente na BR 262

As vítimas são: Diná Barbosa, que dirigia o veículo; a mãe dela, a idosa Alzira Barbosa, a irmã Nadima Barbosa, e uma neta, Maria Eduarda Barbosa, de 8 anos. Segundo familiares das vítimas, elas seguiam para Iúna.

fotos do acidente na BR 262 em Ibatiba ES

Além da Polícia Rodoviária Federal, a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros também foram acionados para atender a ocorrência.

BR 262 acidente em Ibatiba

Os corpos foram encaminhados ao Serviço Médico Legal de Cachoeiro de Irapemirim.

 

Com informações de Beatriz Caliman – A Gazeta e de Walter Luiz

Brasil

Segunda vítima do novo coronavírus em Minas morreu três dias depois da internação, diz hospital

O homem de 66 anos tinha cardiopatia e diabetes. Minas Gerais tem 275 casos confirmados.

Vinicius Silva

Publicado

em



Minas Gerais tem 275 casos confirmados da doença — Foto: Getty Images

 

O homem de 66 anos tinha cardiopatia e diabetes. Minas Gerais tem 275 casos confirmados.

O homem de 66 anos que morreu vítima do novo coronavírus em Belo Horizonte ficou três dias internado. De acordo com o Hospital Semper, ele chegou na última sexta-feira (27) em estado grave e foi direto para o Centro de Tratamento intensivo (CTI).

O paciente, que não teve o nome divulgado, tinha cardiopatia e diabetes. Ainda segundo o hospital, todo o protocolo de tratamento da covid-19 foi seguido, mas ele não resistiu e morreu nesta segunda-feira (30).

Esta foi a segunda morte por novo coronavírus confirmada em Minas Gerais pela Secretaria de Estado de Saúde.

O homem ficou em isolamento durante todo o período em que esteve na unidade. O número de leitos do Semper, que é um hospital particular, passou de 30 para 48 na tentativa de atender os pacientes com covid-19.

Minas Gerais tem 275 casos confirmados da doença e 34.224 casos suspeitos. Além disso, outras 40 mortes estão em investigação no estado.

Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença — Foto: Foto: Infografia/G1

Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença — Foto: Foto: Infografia/G1

Fonte: https://g1.globo.com/



Continue lendo

Brasil

Casos de coronavírus no Brasil em 31 de março

5.812 infectados em todos os estados e 202 mortos.

Vinicius Silva

Publicado

em



Secretarias estaduais de saúde contabilizam 5.812 infectados em todos os estados e 202 mortos.

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até as 22h00 desta terça-feira (31), 5.812 casos confirmados do novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil.

O governo do Amazonas confirmou a terceira morte no estado e em Minas Gerais constatada a segunda morte pela doença. A primeira morte também foi confirmada em Alagoas. No começo da tarde, a Paraíba confirmou a primeira morte. O Distrito Federal registra três casos fatais da Covid-19 e o Mato Grosso do Sul teve seu primeiro caso. Pernambuco confirmou sete mortes. Com isso, chega a 202 o número de mortos pela Covid-19 no país. São Paulo registra 136 mortes e o Rio de Janeiro tem 23 casos fatais da doença.

O governo do Pará também atualizou os números nesta manhã e agora são 32 casos da doença no estado. Minas Gerais tem 275 casos confirmados e subiu para 10 o número de casos no Amapá. O governo de Sergipe confirmou mais dois casos nesta terça e Pernambuco chegou aos 87 casos confirmados.

O Rio Grande do Sul atualizou o número de casos para 305. Goiás chegou a 65 casos e o Rio Grande do Norte tem 82 infectados pela doençaBahia tem 217 casos confirmados, o Distrito Federal tem 333 e Santa Catarina registra 235 casos.

Ministério da Saúde atualizou seus números nesta terça-feira (31), informando que o Brasil tem 201 mortes e 5.717 casos confirmados de coronavírus.

O avanço da doença está acelerado: foram 25 dias desde o primeiro contágio confirmado até os primeiros 1.000 casos (de 26 de fevereiro a 21 de março). No entanto, os outros 2.000 casos foram confirmados em apenas seis dias (de 21 a 27 de março).

Fonte: https://g1.globo.com/



Continue lendo
Publicidade

Facebook

Siga-nos

Publicidade

Mais lidas