Connect with us

Notícias

30 países já identificaram nova variante do vírus; veja lista

Publicado

em

Não há comprovação de que o Sars CoV-2 esteja mais forte ou cause uma versão mais grave da Covid-19, mas os cientistas a mutação deixou o vírus mais transmissível.

A variante do novo coronavírus encontrada pela primeira vez no Reino Unido tem se espalhado pelo mundo. Ao menos 30 países já registraram infectados, aponta levantamento da agência de notícias Reuters.

Essa variante é chamada de B.1.1.7e os primeiros dois casos foram detectados na cidade de Kent e em Londres, em 20 e 21 de setembro, respectivamente.

Uma mutação é uma mudança que ocorre de forma aleatória no material genético. No caso do Sars CoV-2, o novo coronavírus, ela ocorre no RNA, fita única que carrega as “informações” do vírus.

Essas alterações ocorrem com frequência e não necessariamente deixam o vírus mais forte ou mais transmissível.

Por enquanto, não há comprovação de que o vírus esteja mais forte ou cause uma versão mais grave da Covid-19.

Mas os cientistas apontam que as trocas genéticas afetaram a maneira como o vírus se fixa nas células humanas, e a mutação deixou o vírus mais transmissível.

Estudo médico divulgado no final de dezembro aponta que a nova versão é entre 50% a 74% mais contagiosa.

Por enquanto, não há informação suficiente para determinar se a nova variante afetará a eficácia das vacinas, segundo a OMS.

Veja abaixo a lista de países que já registraram casos da nova variante no coronavírus:

  • Alemanha: encontrada em um passageiro que voava de Londres para Frankfurt em 20 de dezembro
  • Austrália: 2 viajantes do Reino Unido carregavam a variante
  • Áustria: 4 casos da mutação do novo coronavírus
  • Brasil: confirmou os 2 primeiros casos da variante britânica na segunda-feira (4)
  • Canadá: 2 casos foram confirmados na província de Ontário
  • Chile: 1 caso confirmado
  • Chipre: 12 casos da variante em pessoas que viajaram recentemente da Grã-Bretanha
  • Coreia do Sul: variante foi encontrada em 3 pessoas que viajaram de Londres em 22 de dezembro
  • Emirados Árabes Unidos: descobriram um ‘número limitado’ de pessoas infectadas com a nova variante
  • Estados Unidos: 4 casos da variante do Reino Unido – na Califórnia, no Colorado, na Flórida e em Nova York
  • Finlândia: variante foi detectada em 2 pessoas
  • França: há cerca de uma dúzia de casos da variante
  • Grécia: 4 casos da variante em pessoas que viajaram recentemente da Grã-Bretanha
  • Índia: encontrou 38 casos da variante
  • Irã: registrou nesta terça-feira (5) seu primeiro caso em um viajante do Reino Unido
  • Israel: detectou 4 casos da mutanção do coronavírus
  • Itália: detectou um paciente infectado com a variante
  • Japão: já identificou mais de uma dúzia de casos da variante
  • Jordânia: detectou os primeiros 2 casos
  • Líbano: detectou seu primeiro caso
  • Noruega: variante foi detectada em 23 pessoas
  • Omã: registrou seu primeiro caso da variante em um residente que chegou do Reino Unido
  • Paquistão: variante foi detectada na província de Sindh, no sul do país
  • Portugal: variante foi detectada na ilha da Madeira
  • Singapura: confirmou seu primeiro caso da variante em um paciente que chegou da Grã-Bretanha em 6 de dezembro
  • Suécia: variante foi detectada após viajante da Grã-Bretanha adoecer
  • Suíça: registrou 28 casos da variante
  • Taiwan: confirmou seu primeiro caso da variante em um viajante do Reino Unido
  • Turquia: proibiu britânicos de entrarem no país após detectar 15 casos da nova variante em viajantes da Grã-Bretanha
  • Vietnã: detectou seu primeiro caso da variante

Fonte: g1.globo.com

Publicidade
Publicidade
Enable Notifications    OK No thanks